28 posts em Impressões

30 junho 2014

Projetos da GPA&A são palcos da Copa do Mundo em BH

FIFA Fan Fest, Expominas

FIFA Fan Fest, Expominas Sede da FIFA Fan Fest em Belo Horizonte, o Expominas foi destaque em matéria publicada no site da entidade. Desde que foi criada em 2006, na Alemanha, pela primeira vez a festa oficial da Copa é realizada em um espaço coberto. Com entrada franca e capacidade para 21 mil pessoas, o centro atingiu lotação máxima nos quatro jogos da seleção brasileira, proporcionado um belo espetáculo de vibração e confraternização (foto).

Ler mais | deixe seu comentário

17 junho 2014

Estamos na 14ª Bienal de Arquitetura de Veneza

Pavilhão Brasil, Bienal de Arquitetura de Veneza

Pavilhão Brasil, Bienal de Arquitetura de Veneza A GPA&A participa neste ano pela segunda da vez da Bienal de Arquitetura de Veneza. Nossos projetos estão em exibição no Pavilhão do Brasil, cujo o tema é Brasil 1914-2014: modernidade como tradição, com curadoria do diplomata e crítico de arquitetura André Aranha Corrêa do Lago. A ideia de André foi traduzir para o público internacional a complexidade e a riqueza da arquitetura brasileira no período, assim como sua contribuição para o fortalecimento da identidade nacional.

Ler mais | (3) comentários

28 maio 2014

Árvore da Vida ganha prêmio Gentileza Urbana

Gentileza Urbana 2013

Gentileza Urbana 2013 O projeto da nova sede do programa social Árvore da Vida, mantido pela Fiat Automóveis, recebeu neste mês o prêmio Gentileza Urbana 2013, realizado pelo IAB-MG e a Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte. A premiação, criada há 20 anos, busca estimular iniciativas que contribuam significativamente para a melhoria da qualidade de vida urbana e a construção de uma cidade mais amável, aprazível e humana.

Ler mais | (1) comentário

16 maio 2014

Música e arquitetura na praça da Savassi

Som Clube

Foto: Thuane Braga

Foto: Thuane Braga

Centenas de pessoas assistiram na sexta-feira passada ao bonito show do cantor e compositor Marcelo Jeneci, na Praça da Savassi, em Belo Horizonte. O palco desmontável criado por Gustavo Penna foi erguido no quarteirão da rua Antonio de Albuquerque, em frente à loja da Claro, para a última edição da temporada atual do projeto Som Clube, realizado pela operadora de telefonia. Nas últimas semanas, também se apresentaram no local os cantores Thiago Pethit e Alessandra Maestrini e a banda Os Distraídos, formada por Chico Amaral e membros do Skank, Tia Nástica e Uakti. Todos acompanhados pelos desenhos do Gustavo projetados ao alto e o frenesi da cidade ao fundo, além da calorosa plateia. Com o sucesso do projeto, a Claro considera retomar as apresentações gratuitas ainda este ano, reunindo música boa, arquitetura e artes visuais ao menos uma vez por mês na Savassi. Aguardamos ansiosos.

Ler mais | deixe seu comentário

9 abril 2014

GPA&A apoia mudanças na Lei de Licitações

Manifestação RDC

Manifestação RDC Arquitetos, engenheiros e estudantes da área fizeram um protesto na semana passada em frente à Câmara dos Deputados, em Brasília. Liderados pelas principais entidades nacionais de arquitetura e urbanismo, eles se manifestaram contra a MP 630/13, medida em tramitação no Congresso Nacional que amplia o uso do Regime Diferenciado de Contratação (RDC) para todas as esferas da gestão pública. O instrumento hoje é utilizado para acelerar as concessões de obras federais tidas como emergenciais, como aeroportos, estádios da Copa do Mundo e instalações olímpicas.

Ler mais | deixe seu comentário

13 março 2014

Exemplo e ousadia para os futuros arquitetos da Fumec

FUMEC

FUMEC - credito hugo martins 2 Mais de 350 alunos e professores ocuparam o auditório da Fumec, no dia 13 de fevereiro, em Belo Horizonte, para assistir à Aula Magna do curso de Arquitetura e Urbanismo com Gustavo Penna. O arquiteto apresentou e comentou uma série de trabalhos realizados em seus 40 anos de profissão, completados no ano passado.

Ler mais | deixe seu comentário

28 janeiro 2014

Gustavo Penna e Angela Gutierrez na Wish Casa

Wish Casa, Anuário 2014

Wish Casa, Anuário 2014 A revista Wish Casa publicou neste mês a segunda edição de seu anuário, com trabalhos de 22 dos principais arquitetos do país. As obras são acompanhadas de textos escritos por clientes, amigos e admiradores. A empresária Angela Gutierrez assina artigo sobre Gustavo Penna. “Em tempos de muita forma e pouco conteúdo, falar do que está dentro e te move pode parecer um equívoco. A obra de Gustavo, no entanto, insiste em vir de dentro. Ao se impor dessa forma, ela ganha uma dimensão ética rara”, escreve Angela, que também exalta a leveza do trabalho do amigo.

Ler mais | (1) comentário

21 novembro 2013

Encontro de arquitetura reúne GPA&A, Mecanoo e Vigliecca em SP

SENAC

SENAC-SP O 5º Simpósio de Arquitetura e Urbanismo, promovido em outubro pelo Centro Universitário Senac de Santo Amaro, em São Paulo, teve como tema “Metamorfose da Cidade – variáveis como constantes”. Com palestras e uma mesa-redonda com Gustavo Penna e as arquitetas Francine Houben, do escritório holandês Mecanoo, e Caroline Bertoldi, do Vigliecca & Associados, o evento discutiu as várias maneiras de usar a cidade e seu impacto nas pessoas e na subjetividade. A mediação foi da arquiteta Myrna Nascimento, que se inspirou nas apresentações para escrever um belo relato: “Eles nos convidaram a pensar a arquitetura como elemento detonador de sensações e reações, como artifício para desencadear novos comportamentos, outros modos de ver e se deixar contaminar pelas novas experiências”. Clique abaixo para ler o texto completo.

Ler mais | (1) comentário

30 outubro 2013

Retrospectiva celebra a genialidade de GTO

GTO

GTO A exposição é uma homenagem aos 100 anos de nascimento do escultor mineiro, um dos grandes nomes da arte popular brasileira. Trinta peças em madeira com dimensões entre 30 cm e 2.6 m fazem parte da mostra, que conta ainda com uma rara obra em pedra-sabão. A curadoria é do nosso querido amigo e referência das artes plásticas mineiras, José Alberto Nemer.

Geraldo Teles de Oliveira, ou GTO, como é conhecido, nasceu em Itapecerica em 1913 e passou a maior parte da vida em Divinópolis, onde morreu em 1990. Autodidata, começou a esculpir aos 55 anos, após ter um sonho em que se viu construindo uma igreja. As esculturas de GTO retratam temas como cenas religiosas, danças e brincadeiras típicas do interior do Brasil.

Ler mais | deixe seu comentário

26 junho 2013

Os dois lados de Cannes, por Gustavo Greco

Greco Leão de Prata 2013

Trabalho da Greco Design, premiado com Leão de Prata no Festival de Cannes

Trabalho da Greco Design, premiado com o Leão de Prata no Festival de Cannes

Convidado para jurado do Festival Internacional de Cannes, cheguei à cidade no dia 11 de junho ainda sem saber que aquela semana seria uma das mais intensas e desafiantes da minha carreira. Foram sete dias de trabalho pesado, muitos deles se estendendo até a madrugada. Nosso desafio era manter o ritmo e os critérios de avaliação ao longo da jornada, sem deixar que o cansaço interferisse nas decisões. A convivência com o grupo, o debate técnico em língua estrangeira e o clima de competição dão ao ambiente certa eletricidade, suavizada apenas pela bela vista da praia através da grande parede de vidro da sala do júri.

Ler mais | (2) comentários

Projetos em destaque

  • O objetivo é criar um equipamento que instrumentalizará a vida da região e da cidade

    Diferentemente de todos os estádios brasileiros já construídos, o Complexo Mineirão está situado numa região que dispõe de fartas áreas livres para abrigar todas as funções esportivas e complementares, exigidas tanto para sediar a Copa de 2014, quanto para garantir a sustentabilidade econômica e social do Conjunto após o evento.

    O objetivo é criar um equipamento que instrumentalizará a vida da região e da cidade, complementando as funções demandadas pela população. Será transformado em um centro de atividades esportivas, contemporâneo em tecnologia e sustentabilidade, sintonizado com o conceito da Copa Verde. Conjugando várias funções afins: esporte, lazer, entretenimento e cultura, será o espaço do encontro. (mais…)

  • Perspectiva do Varandão do Parque Municipal

    O Parque Municipal Américo Renê Gianetti foi a primeira área de lazer da cidade de Belo Horizonte, inaugurado em 1897, na antiga Chácara do Sapo.

    O local recebe diversos eventos culturais e de lazer que acontecem espalhados pelo Parque, sem infra-estrutura apropriada e que causam degradação de seus espaços. Dessa forma, um dos principais objetivos do empreendimento é a criação de um espaço multiuso que abrigue diversas manifestações de forma eficiente e segura, sem agredir o entorno e sem perturbar a vizinhança. Além disso, pretende-se a criação de um Centro de Memória do Parque Municipal, com o objetivo de sistematizar e socializar o acervo referente a historia do Parque e da cidade de Belo Horizonte.

    O terreno escolhido para implantação do Espaço Multiuso possui área de 4.425m² , tendo o edifício uma área construída de 3.200 m². O acesso principal ao edifício se dá pelo Largo do Sol, espaço que abriga grande número de pessoas e que possibilita a ampliação do público nos dias de eventos de grande porte.

    O projeto do edifício caracteriza-se por um amplo espaço multiuso coberto, de formato circular de onde se organizam todos os demais ambientes. Voltado para esse espaço, que possui capacidade para público de até 3.000 pessoas, foi proposto um grande palco para eventos, shows e apresentações teatrais, com toda a infra-estrutura necessária. (mais…)

  • Memorial da Imigração Japonesa

    O museu a céu aberto celebra a amizade entre o Japão e o estado de Minas Gerais e o que essa relação foi capaz de construir de concreto e de imaterial.

    O projeto é uma ponte sobre um lago.

    A ponte liga metaforicamente territórios, tempos, idéias e ideais.

    O lago é como o mar entre as nações, e, também, aquele dos desafios, das conquistas, dos tempos vividos. As ações e obras se tornam visíveis por meio de datas marcantes que emergem à flor da água, e os espaços submersos representam as regiões do inconsciente do sentimento e da memória.

    O percurso parte do Japão simbólico plantado de cerejeiras para a Minas dos Ipês-Brancos.
    Celebrando o Japão e Minas, foram ainda dispostas a cada lado, paredes curvas alusivas às duas bandeiras: o círculo e o triângulo vermelhos. É uma feliz analogia que fala da síntese e concisão comum aos dois povos.

    Sobre esta parede estarão impressos em baixo relevo os nomes de japoneses e mineiros que participaram da construção deste tempo de solidariedade.

    A forma da ponte simétrica e com curvas que se entrelaçam evoca ao mesmo tempo coesão, movimento contínuo e interdependência, e gera um percurso museológico de recursos multimídia e linguagem acessível para contar histórias de abertura, grandeza e amizade.

  • congonhas

    Museu de Congonhas

    Nossa proposta para o Museu de Congonhas, localizado junto ao Santuário Bom Jesus de Matozinhos, foi a vencedora do Concurso promovido pela Unesco em junho de 2005. O Projeto compõe-se de espaços para exposições de arte sacra, Centro de Estudos da Pedra e Centro de Referência do Barroco.

    A realização do concurso é resultado de um trabalho conjunto do Ministério da Cultura e da Prefeitura de Congonhas, com o intuito de criar um centro que possa reunir arte, história, tecnologia e fé. (mais…)


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/storage/0/88/36/gustavopenna/public_html/blog-wp-gpaa/wp-content/themes/gustpennarq/sidebar.php on line 51

Cadastre-se

Mais informações sobre GPA? Preencha o formulário e receba nossa newsletter.